Caroline Patrice ou Carol Sweet no blog,mineira que mora em Belém do Pará,apaixonada por moda,esmaltes e cabelos coloridos ♥.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Minhas gatas (:

Voltando bem menos estressada do que no último dia que postei,e resolve como primeiro post do dia falar sobre as duas gatinhas que eu tenho (:
O post vai ficar meio longo,porque vou contar a história de tudo,mas vamos lá :

Essa é uma foto da Lia do começo do ano *-* (exatamente o dia 24 de janeiro). Desde pequena eu era louca por gatos e quando eu morava em MG eu tinha um gato,mas como eu tive que mudar aqui para Belém,minha mãe deixou ele na minha vó,mas depois de 3 anos ele desapareceu :/
Enfim,desde que eu vim para Belém (2009),minha mãe nunca mais deixou eu ter gatos,sempre dizia "ah ano que vem quem sabe eu deixo você arrumar um gato" mas nuuuunca deixava :/
No começo do ano eu tava muito triste por diversas coisas,e ai Deus me enviou essa gatinha :3. A história foi que meu irmão achou ela aqui na vila e ela tava acompanhando ele,ai na hora que ele foi subir as escadas ela foi atrás,só que como ela tava bem fraquinha e era muito filhote,ela acabou caindo :( ,ai ele ficou com dó e trouxe ela pra dentro de casa. Foi amor a primeira vista gente *-* me apaixonei logo que cheguei em casa e vi ela. Engraçado foi que no dia minha professora de Literatura tava falando da história dos gatos delas e eu também tinha pegado nos filhotes da gata que tem na minha escola. Eu encaro ela tipo como um anjo enviado a mim,porque eu sempre desejei ter uma gata e principalmente depois que eu mudei pra cá. Ela foi a minha fonte de felicidade,o primeiro motivo do ano pra eu ter falado que ele não foi em vão,e eu fico feliz por ter salvado ela,porque talvez se ela tivesse ficado na rua poderia ter acontecido coisas ruins,porque logo em seguida caiu uma chuva meio forte. Creio que peguei ela recém abandonada. O porque do nome: eu tava vendo muita malhação e eu preferia a Ju,maas ia ficar muito estranho chamar a gata de Ju,então eu preferi Lia (: e se fosse macho seria Dinho.



Essa não é bem minha gata,mas tá morando aqui comigo acho que desde julho (:
Não temos ainda nome pra ela,cada hora chamamos ela de uma coisa,mas o que predominou mais é piquititinha porque ela ainda é bem pequenininha apesar de ter mais ou menos uns 8 meses. Ela é deficiente e a história dela é mais tristinha :'(
Não sabemos o que aconteceu,mas meu pai viu ela aqui na vila miando e ai meu irmão e a namorada dele foi lá,deu comida,colocou um pano e água e depois começou a chover e colocou ela lá em baixo na parte coberta. Bom,ela tava muito machucada e podia ter algumas doenças então a principio,não poderiámos ficar com ela,porque mal dava pra ficar com a Lia,e também por não ter com quem deixar as gatas no final do ano quando viajarmos pra MG ou quando mudarmos daqui de Belém (p,s: sou filha de militar a vivemos sendo transferidos e mudando de cidade). Bom,ai meu irmão anunciou ela pra adoção,mas ai apareceu uma pessoa que não ia poder ficar com ela,mas poderia ajudar a levar no veterinário e ajudar com a conta. Ela não tinha quebrado nada,estava apenas com verminose e sarna. Deu remédio,começamos a cuidar,logo logo ela e a Lia se deram bem,a pessoa que se prontificou a ficar com ela acabou que não deu pra ficar,enfim...estamos cuidando,o problema dela é que ela infelizmente não sente na hora de fazer as necessidades ou seja,suja a casa toda...sobra pra minha mãe limpar,mas amamos ela e é o que importa. Coincidência ou não,um tempo atrás antes dela vim eu ficava numa página do facebook vendo fotos de pessoas que tinham gatos com deficiência e tudo e depois de meses ela apareceu pra mim *-*




 Essas são elas atualmente :3 bom o post ficou completamente meio longo e agradeço quem leu até o final :D
Espero que tenham gostado :3 cometem (ou não)